A Estratégia de Desenvolvimento Local para o Litoral Alentejano

O Litoral Alentejano tem a particularidade de contar com a mesma territorialidade de incidência na abordagem dos instrumentos ITI (Intervenção Territorial Integrada), DLBC (Desenvolvimento Local de Base Comunitária) Rural e DLBC (Desenvolvimento Local de Base Comunitária) Costeiro, o que implica a implementação duma estratégia articulada no território.

O diagrama abaixo apresenta a estruturação da Estratégia de Desenvolvimento Local para o Litoral Alentejano, visando enquadrar e responder aos desafios estratégicos identificados para o território no próximo período de programação.

Esta Estratégia assenta na mobilização conjugada de recursos de financiamento plurifundo (FEADER, FEAMP, FEDER e FSE), o que constitui um desafio acrescido para potenciar resultados e impactos nos territórios rurais e polos urbanos do LA.

A estratégia definida apesar de estar fortemente ancorada aos instrumentos de política disponível para o DLBC, procurou ser suficientemente ampla de forma a enquadrar a intervenção abrangente da ADL, contemplando um conjunto de linhas de atuação para as quais serão mobilizados outros instrumentos de política disponíveis, como seja a formação e consultoria, a cooperação, entre outros.